O Flamengo cometeu erros defensivos, mas buscou o empate e ficou no 2 a 2 com o La Calera, na noite de hoje (11), no Chile, pela quarta rodada da Libertadores. Com o resultado, a equipe rubro-negra garante uma vaga nas oitavas de final se a LDU vencer o Vélez Sarsfield, fora de casa, em duelo que acontece na quinta-feira (13).

No Nicolás Chahuán Nazar, Ariel Martínez abriu o placar e Arão, pouco depois, fez contra. O Fla chegou ao empate com Gabigol, que ultrapassou Zico em gols pelo clube da Gávea em Libertadores, e Arão.

Com o resultado, o Rubro-Negro, que até aqui tinha 100% de aproveitamento, chega a 10 pontos, enquanto o La Calera vai a dois. Na próxima rodada, o La Calera visita o Vélez, da Argentina, enquanto o Fla recebe a LDU, do Equador, no Maracanã.

O Rubro-Negro volta a campo neste sábado (15), contra o Fluminense, no primeiro jogo válido pela final do Campeonato Carioca.

Gabriel Batista titular

O técnico Rogério Ceni optou por manter o goleiro Gabriel Batista no time titular, com Hugo Souza no banco. Vale ressaltar que Diego Alves, apontado como dono da posição, está se recuperando de uma fibrose na coxa. Logo no começo do jogo, o camisa 22 fez uma boa defesa, ao pegar cabeçada de Cavalleri no contrapé.

Gol chileno

Os donos da casa abriram o placar cedo, em um lance que contou com falha de Bruno Viana. O zagueiro, primeiramente, recuou mal para Gabriel Batista, que conseguiu afastar. A bola caiu no pé de Bruno Viana, que errou novamente. Vargas recebeu sem marcação e finalizou para a defesa do goleiro rubro-negro, mas, no rebote, Martínez mandou para o fundo da rede.

Mais um

Willian Arão (dir.) acabou fazendo um gol contra na partida entre Flamengo e Unión La Calera no Chile - Pablo Sanhueza - Pool/Getty Images) - Pablo Sanhueza - Pool/Getty Images)

Willian Arão (dir.) acabou fazendo um gol contra na partida entre Fla e La Calera no Chile

Imagem: Pablo Sanhueza – Pool/Getty Images)

O Flamengo se mostrava apático e o La Calera aproveitava para tentar ocupar o campo ofensivo. E, desta forma, os chilenos conseguiram ampliar a vantagem. Após cruzamento da esquerda, a bola passou na primeira trave, desviou em Arão e entrou. O lance foi similar ao segundo gol da LDU no jogo da semana passada.

Pênalti e recorde

Aos poucos, os comandados de Rogério Ceni buscavam se impor e ditar o ritmo de jogo, apostando nas rápidas trocas de passes. Em um destes avanços, Gabigol achou Everton Ribeiro, que foi empurrado na área. Na cobrança de pênalti, Gabigol diminuiu. Mais que “recolocar” o time no jogo, o camisa 9 se tornou o maior artilheiro do Fla na Libertadores, com 17 gols, ultrapassando ninguém menos que Zico, o maior ídolo do clube.

Clima quente

Gabigol tira a bola do goleiro Alexis Arias, do Unión La Calera, após marcar pelo Flamengo - Pablo Sanhueza - Pool/Getty Images - Pablo Sanhueza - Pool/Getty Images

Gabigol tira a bola do goleiro Alexis Arias, do Unión La Calera, após marcar pelo Flamengo

Imagem: Pablo Sanhueza – Pool/Getty Images

O goleiro Arias e o atacante Gabigol trocaram farpas durante o jogo e o clima entre os dois ficou quente no decorrer do primeiro tempo. Após o gol de pênalti, o atacante foi buscar a bola no fundo da rede e eles se entranharam até a chegada da turma do “deixa disso”.

Melhora do Fla

A equipe rubro-negra conseguiu voltar melhor para o segundo e passou a ter mais iniciativa no jogo, levando perigo ao adversário. Em um lance parecido com o que gerou o segundo gol do La Calera, a bola desviou na zaga chilena, mas Arias conseguiu fazer a defesa. Pouco depois, em triangulação entre Pedro, Gabigol e Arrascaeta, o uruguaio recebeu na entrada da área e bateu de primeira. A bola passou perto.

Posturas diferentes

Enquanto Ceni colocou o time de maneira mais ofensiva, Luca Marcogiuseppe fez a equipe dar uma recuada, apostando na forte marcação e nas saídas em velocidade. Assim, o Fla tinha mais posse, fazia a bola girar e até chegava ao gol adversário, mas desperdiçava as chances criadas.

Um lá e outro cá

O time rubro-negro chegou ao empate com Arão. O camisa 5, que no primeiro tempo, sem querer, marcou um contra, subiu bem e, de cabeça, balançou a rede.

Correria final

Após o empate do Fla, o jogo ganhou em emoção, com chances para os dois lados, mas o placar não foi alterado. Já quase nos acréscimos, Arrascaeta cobrou falta diretamente para o gol e Arias afastou. No rebote, Arão bateu e mandou por cima.

FICHA TÉCNICA
LA CALERA 2 X 2 FLAMENGO

Competição: Copa Libertadores
Local: Nicolás Chahuán Nazar, La Calera (CHI)
Dia: 11 de maio de 2021, terça-feira
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Andres Rojas (COL)
Assistentes: Alexander Guzman (COL) e Sebastian Vela (COL)
Cartões amarelos: Martínez, Orellana, Wiemberg, Iturra (ULC); João Gomes, Arrascaeta, Bruno Henrique (FLA)
Cartões vermelhos: –
Gols: Ariel Martínez, do La Calera, aos 7’/1ºT; Arão, do Flamengo (contra), aos 26’/1ºT; Gabigol, do Flamengo, aos 30’/1ºT; Arão, do Flamengo, aos 31’/2ºT

La Calera: Arias, Simón Ramírez (Navarrete), Víctor González, Christian Vilches e Wiemberg; Ariel Martínez, Laba (Matías Fernández), Cavalleri (Liuzzi) e Jeisson Vargas; Sáez e Orellana (Iturra). Técnico: Luca Marcogiuseppe

Flamengo: Gabriel Batista, Isla (Matheuzinho), Willian Arão, Bruno Viana (Ramon) e Filipe Luís; João Gomes (Pedro), Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Flamengo, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music e YouTube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui