Em entrevista para o portal ‘As’, o ex-treinador do Flamengo, Domenèc Torrent falou um pouco sobre o que viveu na última experiência. Sem esconder o apreço pela paixão que os brasileiros demonstram pelo esporte, o comandante fez algumas observações sobre a organização, que classificou como ‘loucura’.

“A paixão que existe no Brasil não é comparável à que existe em qualquer lugar. Já vim para o Brasil com este futebol idealizado e em alguns aspectos tenho gostado muito, mas a organização é uma loucura”, disse ele, que completou argumentando sobre seu ponto de vista:

“É comum ter times que trocam de técnico três e quatro vezes na temporada e técnicos que dirigem dois times no mesmo campeonato. Agora eles trabalham para limitar as mudanças de treinadores.”

Ainda sobre o futebol brasileiro, Torrent revelou que ficou encantado com a quantidade de talentos que são descobertos no decorrer das temporadas. Para ele, a mescla entre jogadores experientes e jovens faz um ‘jogo rico’.

“Há uma abundância de talentos. É incrível. Outra coisa é que os jogadores saem muito jovens (…) Agora existe uma curiosa mistura entre muitos jovens talentos e jogadores veteranos que triunfaram na Europa, como Alves, Filipe Luis ou Diego Ribas, que querem terminar a carreira a jogar no Brasil, o que enriquece o jogo”, analisou.

Sua passagem pelo Flamengo durou pouco mais de três meses. Ao todo, foram 26 jogos, com 15 vitórias, cinco empates e seis derrotas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui