Ronaldo Angelim em ação pelo Flamengo (Foto: Vipcomm)

O ex-zagueiro Ronaldo Angelim é torcedor do Flamengo desde criança, quando brincava de bola em Juazeiro do Norte, no interior do Ceará. Rodou por algumas equipes antes de desembarcar no Flamengo em 2009, quando foi o herói na conquista do Campeonato Brasileiro. Esta é uma de suas maiores alegrias no futebol. Mas ele também relembra outra, que aconteceu há exatos 20 anos, quando o Flamengo foi tricampeão carioca em cima do Vasco. Naquele dia 27 de maio de 2001, Petkovic, cobrando falta aos 43 minutos do segundo tempo, fez o gol do título. Uma falta tão magistral até hoje é lembrada.

— Eu sou Flamengo. E é engraçado relembrar aquele gol do Pet. Em 2021 eu estava jogando pelo Fortaleza. A equipe estava concentrada e, por ter outros flamenguistas no time, nós assistimos à partida juntos. Quando o Pet fez aquele golaço de falta, dei um pulo em cima da cama e acabei batendo a cabeça no teto do quarto. A importância desse gol é muito grande. Na minha opinião, um dos gols mais importantes, pois além de nos ter dado o título, foi em cima do Vasco. Para nós que somos flamenguistas, não poderia ser melhor, ainda mais com um gol nos últimos minutos, a felicidade foi imensa. Eu só tenho que agradecer ao Pet por ter nos dado uma emoção dessa, afirmou.

Oito anos depois, Angelim seria campeão brasileiro atuando ao lado de Petkovic. Ele lembra que foi justamente o sérvio um dos jogadores mais importantes, ao lado do Adriano, para a campanha do hexa, e que atuar ao lado do ídolo foi um prazer.

— Ter trabalhado, jogado e ser amigo do Pet, isso pra mim não tem preço. O cotidiano com o Pet todos já sabem como era. Ele não era uma pessoa muito fácil, mas também era amigo de todo mundo. Até por ser gringo, o Pet tem aquele jeitão dele, mas nunca desrespeitou ninguém. Graças a Deus, assim como em 2009, nós somos grandes amigos, disse Angelim.

Retirado de: Jogada 10

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui