A confirmação da Copa América no Brasil vai provocar mudanças no Campeonato Brasileiro. Em meio ao calendário pandêmico que já obriga maratonas para boa parte dos clubes, a entidade já sinalizou que precisará alterar o que estava combinado para o Nacional por conta das sedes que serão utilizadas na competição continental.

O Cuiabá foi o primeiro time que recebeu a sinalização da entidade de mudanças em seu cronograma. O jogo que estava originalmente marcado para o dia 14 de junho, contra o Atlético-GO, deve ser adiado já que a Arena Pantanal, casa da equipe que disputa a primeira divisão pela primeira vez em sua história, estará a serviço da Conmebol.

No dia 20 de junho, a equipe voltaria a jogar em sua casa, desta vez, contra o Grêmio. Para esse compromisso, a CBF sinalizou que haverá apenas mudança de sede e não um novo adiamento.

Além do Cuiabá, Flamengo e Fluminense terão partidas alteradas porque os dois disputam partidas no Maracanã, que, como mostrou o blog do Marcel Rizzo, deve ser usado para as finais da Copa América. Os jogos entre Fluminense e Cuiabá, no dia 6 de junho, e Flamengo e América-MG, no dia 13 de junho, ambos pelo Brasileirão, e Flamengo eCoritiba, no dia 16 de junho, pela Copa do Brasil, também sofrem mudanças.

O plano original era mandar as partidas para Brasília, mas a capital também foi escolhida para ser sede. Fluminense x Santos, marcado para o dia 17 de junho, também pode ser alterado.

Na Série B, também há a possibilidade de o Botafogo ter a sua tabela alterada porque o Nilton Santos é outra possível sede de algumas partidas da competição entre seleções. Além de Rio e Cuiabá, Brasília e Goiânia também receberão partidas.

Para poder usar os estádios como sedes, a Conmebol normalmente assume a administração dos locais de forma provisória para cuidar de itens como gramado, vestiário e identidade visual. Eles fazem o que é o chamado de “envelopamento”, que é o processo de cobrir os patrocinadores e parceiros originais do local para colocar os da competição em questão.

Como havia mostrado esse blog, os clubes voltaram a pressionar a CBF após a confirmação da realização da Copa América por aqui. O que já era um tema relativamente superado voltou a ser debatido com o presidente Rogério Caboclo. Há conversas nos bastidores com diversas equipes, e Flamengo e Palmeiras já manifestaram publicamente que o calendário pode precisar de adaptações em nome do equilíbrio esportivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui