Após rápida negociação, a Conmebol e o Governo Federal chegaram a um consenso para a realização da Copa América no Brasil. Confirmada por aqui, a competição se utilizará do Maracanã, casa do Flamengo. No entanto, de acordo com o jornalista Venê Casagrande, a entidade sul-americana só pretende usar o estádio na final do torneio.

Ainda segundo o jornalista, a ideia da Conmebol é liberar o Maracanã para o Flamengo durante a competição, a fim de não prejudicar o Rubro-Negro. O assunto está sendo debatido n junto à CBF nesta quarta-feira. Além do Maracanã, também serão utilizados o Mané Garrincha (Brasília), Arena Pantanal (Cuiabá), Estádio Olímpico (Goiânia) e Nilton Santos (Rio de Janeiro).

As duas primeiras partidas do torneio ocorrem no dia 11 de junho, entre Argentina e Chile, e Paraguai e Bolívia, porém, sem locais definidos. A Prefeitura do Rio, através de Eduardo Paes, emitiu nota na manhã desta quarta-feira reforçando a informação que não foi consultada para realização de jogos na cidade e afirmou que não haverá liberação de público nos estádios.

A Copa América seria disputada, inicialmente na Colômbia e Argentina, mas as pressões populares e conflitos sociais nas ruas fizeram com que o governo colombiano retirasse a candidatura à Conmebol. Por sua vez, a Argentina também pediu para deixar o posto de sede do torneio, mas por conta do aumento do número de casos de covid-19 no país.

Retirado de: Diário do Fla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui