Após muitas rodadas de negociação, o Flamengo chegou, enfim, a um acordo pela venda do meia Gerson para o Olympique de Marselha. O jogador, que está na Sérvia com a seleção olímpica, assinou um contrato de cinco temporadas com o clube francês.

Embora tenha acertado a transferência, o jogador ainda ficará no Rubro-Negro pelo menos até o fim de junho. O valor total do negócio pode chegar a 30 milhões de euros (cerca de R$ 190 milhões) caso o atleta atinja metas. O clube da Gávea também manterá entre 20% a 25% de seus direitos econômicos para uma futura venda. A informação inicial da transação foi dada pelo “ge” e confirmada pelo UOL Esporte.

Desejo antigo do clube francês, Gerson foi um pedido do técnico Jorge Sampaoli, que, no Brasil, teve passagem por Santos e Atlético-MG. As tratativas começaram há pouco mais de duas semanas, com uma investida do clube francês de 25 milhões de euros, algo em torno de R$ 160 milhões — já havia tido uma anterior, recusada pelo Fla. A diretoria rubro-negra, porém, fez jogo duro e procurou as melhores condições para o negócio.

Vale lembrar que, por força de contrato, como os valores envolvidos na transação com o Olympique foram maiores que os investidos pelo Fla na negociação com a Roma, da Itália, o clube precisará repassar 10% desta diferença aos italianos.

Cria do Fluminense, Gerson chegou em julho de 2019, após o Rubro-Negro desembolsar cerca de R$ 49,7 milhões. À época, ele tinha os direitos ligados à Roma e estava emprestado à Fiorentina, também da Itália.

No Flamengo, sob o comando do então técnico Jorge Jesus, rapidamente se tornou titular e peça-chave da equipe que levou a Libertadores e Brasileiro de 2019, e Supercopa do Brasil e Carioca de 2020. Mesmo com a troca no comando técnico, não perdeu o status no elenco e foi um dos nomes mais ativos nas conquistas do Brasileiro de 2020, além da Supercopa do Brasil e Carioca de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui