Conhecida como uma das promessas do judô brasileiro, Eliza Carolina Ramos, de 18 anos, foi vítima de um assalto na Zona Norte do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (4). A notícia foi publicada inicialmente pelo G1 e confirmada pelo UOL Esporte.

A atleta teve alguns equipamentos de treinos e uma pasta de documentos roubados. Entre os itens que foram levados pelos criminosos estava seu passaporte, o qual usaria para viajar com a deleção brasileira para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Ao UOL, a atleta relatou como foi o assalto e disse que agora corre contra o tempo para conseguir viajar:

“Dois homens nos abordaram no Rio Comprido [bairro da Zona Norte], eles estavam armados e pediram pra gente recolher todos os nossos pertences. Eles levaram tudo e na minha bolsa estavam todos os meus documentos, eu ainda tentei reagir, porque sabia que meus documentos estavam ali dentro, mas não deu certo. Foi tudo muito rápido”, lembra.

A judoca acrescenta: “Estou com medo de sair, mas preciso resolver tudo. Eu estou no cartório, correndo contra o tempo para poder tirar minha certidão para poder pegar a identidade. O Flamengo e o Comitê Olímpico estão me dando apoio”.

Por mais que não vá disputar a competição, Eliza foi escolhida para dar suporte nos treinamentos da brasileira Mayra Aguiar, da categoria meio-pesado. A jovem, que é profissional do Flamengo, é uma promessa para os jogos de 2024.

Nascida no Rio de Janeiro, a profissional começou a lutar em um projeto social. Aos 14 anos, ela passou a treinar pelo Flamengo e, aos 15, integrou às categorias de base da seleção brasileira de judô.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui