Moral alta e sensação de dever cumprido: é assim que Pedro retorna ao Brasil nesta quarta-feira, após se destacar nos amistosos da seleção brasileira olímpica, na Sérvia. Agora, com a presença praticamente certa de Gabigol na Copa América, o atacante vive a expectativa de ganhar uma rara sequência como titular com a camisa do Flamengo.

Dos sete jogadores rubro-negros convocados na Data Fifa, Pedro foi quem melhor aproveitou o período longe do Ninho do Urubu. Titular nos jogos da seleção contra Cabo Verde e Sérvia, o atacante marcou três gols e se consolidou como referência no ataque da equipe de André Jardine.

Se a vaga na seleção olímpica parece estar garantida, a situação de Pedro no Flamengo é bem diferente. Com a forte concorrência de Bruno Henrique e Gabigol no ataque, o atleta tem o status de “reserva de luxo” e ainda não conseguiu emplacar uma grande sequência de jogos como titular na temporada atual.

Um cenário se tornou comum: quando um dos titulares está indisponível ou Ceni quer poupá-los, Pedro recebe a chance de iniciar uma partida, mas costuma voltar para o banco logo no confronto seguinte. Dessa forma, desde março, a maior sequência que Pedro teve como titular foi de apenas dois jogos – o que aconteceu em duas oportunidades.

Sequências de Pedro como titular do Flamengo na temporada:

19/03 – Flamengo 4 x 1 Resende – Taça Guanabara
24/03 – Botafogo 0 x 2 Flamengo – Taça Guanabara
27/05 – Flamengo 0 x Vélez Sarsfield – Copa Libertadores
30/05 – Flamengo 1 x 0 Palmeiras – Campeonato Brasileiro

Caso inicie a partida contra o Coritiba, na quinta-feira, Pedro alcançaria o terceiro jogo seguido como titular no Flamengo – algo inédito na temporada. A presença dele, no entanto, ainda é incerta. Junto com Gerson, o atacante embarca para o Brasil nesta quarta-feira, mas só deve chegar em Curitiba poucas horas antes do jogo.

Assim como os outros convocados, o aproveitamento na partida será feito de acordo com a avaliação da comissão técnica, já que há pouco tempo de recuperação somado ao desgaste da longa viagem.

A situação de Pedro no Flamengo deve mudar, de fato, a partir do fim de semana. Se confirmada a convocação à Copa América, Gabigol ficará à disposição da seleção brasileira pelos próximos 35 dias e abrirá espaço para o companheiro enfim se tornar a referência no ataque rubro-negro.

Mesmo sem sequência, os números de Pedro na temporada do Flamengo impressionam: são 14 partidas disputadas – sendo nove como titular e cinco entrando no decorrer dos 90 minutos – e nove gols marcados, que o coloca como vice-artilheiro da equipe – apenas atrás de Gabigol (15).

Com mais minutos em campo e um maior entrosamento com os companheiros, a expectativa é que o atacante mantenha a boa fase recente e siga balançando as redes, como fez nas três últimas partidas que entrou em campo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui