Usado pelo técnico Tite durante 13 minutos da vitória de ontem (8), por 2 a 0, sobre o Paraguai, pela oitava rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar, o atacante Gabigol reclamou de dores musculares na perna direita e teve um edema diagnosticado após exames. Mesmo assim, ele será mantido na lista de convocados da seleção brasileira para a Copa América, que começa no próximo domingo (13).

A ultrassonografia que descobriu a contusão foi realizada hoje (9) de manhã, em São Paulo. Segundo comunicado da CBF, isso “não o impede de ser convocado e estar à disposição do técnico Tite para a Copa América”.

O departamento médico do Flamengo acompanhou todos os passos por causa da expectativa que ele pudesse estar em campo amanhã (10), no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Coritiba. Isso acontece porque os 24 jogadores convocados para a Copa América se apresentam somente no dia seguinte. No entanto, ele ficará em tratamento em razão do problema físico e depois se apresenta ao grupo de Tite. Ao Flamengo só volta mesmo depois da Copa América, em julho.

Gabigol tem 12 convocações para a seleção brasileira e atuou nos dois jogos desta data Fifa, titular contra o Equador (78 minutos) e reserva diante do Paraguai (13 minutos). Ele chegou a sete jogos e tem dois gols somados com a Amarelinha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui