Diego Ribas e Willian Arão durante treinamento no Ninho do Urubu (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Você se lembra o que estava fazendo há exatos três anos? Se você torce para o Flamengo, certamente comemorava o gol de falta de Diego Ribas na vitória de 2 a 0 sobre o Paraná. Desde aquele 10 de junho de 2018 até hoje, o Fla ainda não balançou as redes de um adversário desta forma. De acordo com um levantamento feito pelo site ‘Jogada10’, é o clube das Séries A e B com maior jejum nesse quesito.

Desde aquela vitória por 2 a 0 sobre o Paraná Clube, o Flamengo entrou em campo 199 vezes e agora tem a oportunidade de quebrar esta sequência ingrata justamente em um jogo contra um time paranaense e em uma competição nacional. Logo mais, às 19h, o Rubro-Negro encara o Coritiba, no Couto Pereira, na capital paranaense, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil.

De lá para cá, muita coisa mudou no Flamengo, no Brasil e no mundo, que ainda luta contra a pandemia. Já o Rubro-Negro passou para outro patamar, ganhou dois Cariocas, dois Brasileiros, Libertadores, Recopa, duas Supercopas e atravessou por um dos momentos mais tristes da sua história quando perdeu 10 meninos em um incêndio no Ninho do Urubu. Tudo isso aconteceu, mas o Rubro-Negro não marcou de falta.

No atual elenco, Everton Ribeiro e Diego já fizeram vários gols de falta pelo Fla. Arrascaeta anotou enquanto jogava no Cruzeiro. Gabigol, Arão e até Hugo Souza treinam cobranças de vez em quando, mas nada do gol sair. Nem com a contratação do técnico Rogério Ceni, exímio batedor, o Flamengo mudou este cenário.

Retirado de: Jogada 10

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui