Gabigol em ação pelo Flamengo durante o jogo contra o São Paulo no Campeonato Brasileiro de 2020 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A ausência de Gabigol do jogo de hoje (10) entre Flamengo e Coritiba, 19h, no Couto Pereira, pela Copa do Brasil, gerou irritação e desconforto na cúpula do clube, que contava com a presença do jogador em Curitiba.

A serviço da seleção brasileira, o camisa 9 foi diagnosticado com um edema na perna, mas o Fla desconfia da gravidade real da lesão. No clube, os dirigentes entendem que, se está apto a disputar a Copa América, o artilheiro estaria em condições de representar o Rubro-negro.

Após a CBF informar sobre a lesão, o Fla disse que o resultado era “inconclusivo”, relacionou o atleta, mas ficou de mãos abanando. Em São Paulo, Gabriel não embarcou e o Flamengo não terá seu principal jogador em campo.

Causou ainda mais irritação o fato de Everton Ribeiro ter se apresentado normalmente ontem (9). O meia defendeu a seleção pelas Eliminatórias e pode reforçar o Rubro-negro na capital paranaense.

Como tem uma partida importante hoje, o Fla tenta se concentrar no desafio, porém o gesto do atleta será debatido internamente após o duelo. Não está descartada uma punição pelo descumprimento da determinação.

Amanhã (11), Gabriel se apresenta para a disputa da Copa América e será desfalque por uim longo tempo na Gávea. Além dele, Everton Ribeiro, Isla e Arrascaeta também vão jogar a competição continental.

Para piorar o cenário, Pedro e Gerson, que estavam com a seleção olímpica, foram dispensados da partida. Com dores no joelho, Rodrigo Caio ficou fora da lista de Tite e terá pela frente um período de recuperação.

Retirado de: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui