Muniz sorri após marcar um gol para o Flamengo durante o jogo contra o Macaé no Campeonato Carioca de 2021 (Foto: Marcelo Cortez/Flamengo)

Ofuscado pelas presenças de Gabigol e Pedro no Flamengo, o atacante Rodrigo Muniz voltou a aproveitar as poucas brechas deixadas pelos astros para brilhar e abrir seu espaço no elenco.

Autor do gol que deu ao Fla a vitória por 1 a 0 contra o Coritiba, em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil, o jovem da casa, de apenas 20 anos, cumpriu seu papel de artilheiro e voltou a demonstrar sua importância.

Diante de um elenco recheado por astros, Muniz voltou de empréstimo — ao próprio Coritiba — sem badalação no ano passado, mas com o aval de Rogério Ceni. Mais confiante e com mais quilometragem, ele vê uma chance de ouro surgir com as convocações para a Copa América e os Jogos Olímpicos.

Nesta temporada, aliás, ele tem se especializado em transformar as chances em prestígio. Quando os principais nomes ainda estavam de férias, o centroavante assumiu a responsabilidade e foi bem no Carioca. Além dos cinco gols, mostrou que sabe sair um pouco da área quando preciso e somou pontos valiosos no Ninho do Urubu.

Os holofotes sobre o atleta também podem ter impacto nas finanças rubro-negras. Ainda que o clube tenha feito caixa com a venda de Gerson, o jogador é também considerado um ativo interessante pela cúpula, que já deixou claro não haver ninguém inegociável no elenco.

Com um pé nas oitavas, o Rubro-Negro volta as atenções para o Brasileiro. No domingo, a equipe recebe o América-MG, às 16h. Com Pedro de volta, a tendência é que Muniz inicie o jogo no banco desta vez. Novas oportunidades, no entanto, chegarão em breve.

Retirado de: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui