Embalado pela conquista do Paulistão, o que encerrou um jejum de nove anos sem títulos, e a vagas nas oitavas de final da Libertadores e da Copa do Brasil, o São Paulo era apontado como um dos favoritos para despontar no Brasileirão antes do início do torneio. O time de Hernán Crespo, no entanto, segue sem vencer após cinco jogos (três derrotas e dois empates) e figura na zona de rebaixamento após ser superado pelo Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro.

O pior início do time na história dos pontos corridos do Nacional tem um culpado para Crespo: o desgaste físico do grupo.

O Grêmio é a maior decepção neste início do Brasileirão 2021. Após a eliminação na fase preliminar da Libertadores, a diretoria do Tricolor gaúcho prometeu que iria focar o Nacional. Algo complicado de se acreditar, visto que perdeu as três partidas que disputou e amarga a lanterna – o jogo com o Cuiabá, que seria neste domingo (20), foi adiado por conta da qualidade do gramado do estádio Dutrinha. Há um mês no clube, o técnico Tiago Nunes já é pressionado.

Já o Internacional, vice na edição passada, soma apenas um triunfo, foi goleado pelo Fortaleza e já demitiu o treinador Miguel Ángel Ramirez. Antes do empate com o Ceará por 1 a 1, no Beira-Rio, a diretoria anunciou a contração do uruguaio Diego Aguirre para comandar o time. Campeão dos dois últimos Brasileirões, o Flamengo também tropeçou ao perder para o Red Bull Bragantino. A equipe de Rogério Ceni, no entanto, venceu os dois primeiros duelos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui