CBF quer Supercopa do Brasil em campo neutro

Sede da CBF no Rio de Janeiro (Foto: Cahê Mota/Globo Esporte)

Após uma temporada espetacular, na qual conquistou o Estadual, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil, o Atlético-MG aguarda uma definição da CBF acerca da final da Supercopa do Brasil de 2022. Até o momento, o Galo, assim como o rival Flamengo, sabe apenas o dia em que vai participar da primeira decisão nacional do novo ano: 20 de fevereiro – resta saber o horário e o local.

De acordo com informações do “ge”, a Confederação é dona do mando de campo da final da Supercopa (jogo único) e, até então, não decidiu onde vai reunir Atlético e Fla. Nesta direção, em meio aos estádios que se candidataram para receber a copa, surgiu o debate sobre a possibilidade da partida ser disputada no Mineirão ou no Maracanã.

Ainda conforme a fonte citada, o regulamento da Supercopa não impede que o embate seja disputado em uma das praças em que Atlético e Flamengo mandem os seus jogos. Há, no entanto, um entendimento na CBF de realizar a partida em um campo neutro. Vale notar, por exemplo, que as últimas duas edições do torneio foram disputadas no Mané Garrincha, em Brasília.

— Nas últimas conversas com CBF, o entendimento primário seria um campo neutro. Qualquer arena com boa capacidade de público e estrutura em função da divisão torcida estaria apta. A CBF tem que propor e definir com os dois clubes, declarou uma fonte do Galo ao ge.

Nas últimas semanas, vários estádios se colocaram à disposição para sediar a Supercopa do Brasil de 2022. A Arena Castelão, no Ceará, e o Mané Garrincha foram dois dos candidatos. Além destes palcos, também existiu um movimento dentro da CBF para realizar o torneio nos Estados Unidos, mas os clubes não aceitaram.

Retirado de: 90 Min

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias