Jorge Jesus foi oferecido ao Barcelona quando ainda estava no Flamengo

Jorge Jesus durante partida do Flamengo no estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Jorge Jesus deixou o Flamengo em 2020 e se mudou de volta para Portugal para comandar o Benfica. Mas o destino do treinador poderia ter sido outro. A informação foi revelada pela imprensa portuguesa nesta terça-feira (11).

De acordo com escutas reveladas na investigação “Cartão Vermelho”, do Ministério Público de Portugal, o empresário do técnico, Bruno Macedo, responsável pela vinda do treinador ao Brasil e depois pela volta ao Benfica, sugeriu a ida de Jorge Jesus ao Barcelona. A conversa teria ocorrido em fevereiro de 2020, quando o treinador estava no Flamengo.

— Bruno Macedo sugeriu o nome de Jorge Jesus ao Barcelona quando o técnico ainda estava no Flamengo. Numa das conversas presentes nas escutas, o empresário envolvido no retorno do amadorense ao Benfica comentou, em fevereiro de 2020, a hipótese de colocar o treinador em Espanha. O empresário reforçou ter sido o responsável por colocar Jesus no Flamengo, apesar da ligação contratual ainda existente nessa altura entre JJ e Pini Zahavi, informou o jornal Record.

Vale lembrar que no mesmo ano Jorge Jesus chegou a ser especulado para substituir Ernesto Valverde no comando do Barcelona. No entanto, Quique Setién acabou sendo contratado para vaga.

O treinador português sempre deixou claro o sonho de comandar uma grande equipe europeia. Em uma ocasião, Jorge Jesus afirmou que só cinco times poderiam fazer ele deixar o clube rubro-negro.

— Sobre o mercado de trabalho para mim, eu abro a minha mão e vejo cinco possibilidades de Europa. Se não forem esses, nem adianta procurar que não vou, afirmou ele antes da final do Mundial de Clubes contra o Liverpool.

Retirado de: Torcedores

Relacionadas

- Advertisement -

Últimas Notícias