Atlético diz que Mané Garrincha não é “campo neutro” para a Supercopa contra o Flamengo

Rodrigo Caio erguendo a taça da Supercopa de 2021 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

No dia 20 de fevereiro nós teremos o grande embate entre Atlético Mineiro e Flamengo, rivais interestaduais, pela Supercopa do Brasil. O time de Belo Horizonte é o atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil, já os rubro-negros se classificaram devido ao vice do Brasileirão.

Com a data já definida, o torneio ainda procura uma cidade para sediar a grande disputa que promete se rum espetáculo dentro de campo.

Sede nas últimas duas disputas anteriores, a cidade de Brasília é a favorita com o estádio Mané Garrincha. Porém, segundo informações, o clube alvinegro não quer jogar na capital federal. A razão não foi explicitada, mas tudo indica que o fato da cidade ser um reduto forte de rubro-negros pode ter brecado a relação do Alvinegro com a praça. A informação é do repórter Guilherme Silva, da Jovem Pan.

Além de Brasília, as cidades de Salvador na Bahia e Fortaleza no Ceará, seguem como opções para a disputa. Vale destacar que, além das praças no Brasil, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também cogitou levar o duelo para Orlando, nos Estados Unidos.

No entanto, mesmo com a possibilidade de altos valores de premiação, a ideia foi rapidamente ‘enterrada’ por Flamengo e Atlético-MG. As equipes entendem que, por conta do calendário enxuto, uma viagem para o exterior seria prejudicial ao planejamento das respectivas comissões técnicas.

Retirado de: Mercado da Bola

Relacionadas

- Advertisement -

Últimas Notícias