Adidas poderá romper seu contrato com o Flamengo diante de 2 cenários

Logomarca da Adidas (Foto: Reprodução)

Próximo ao fim de sua parceria com a patrocinadora, o Flamengo planeja sua renovação de vínculo com a Adidas. O contrato atual foi assinado para cobrir o período entre 2013-2023.

Agora com maior visibilidade, o clube deseja um documento com validade um pouco mais curta, visto que deseja ter margem para que possa receber outros investimentos, além de ter planos de lançar a própria marca no futuro.

A Adidas, no entanto, também pensa nos próprios lucros e impõe algumas condições no novo vínculo para que possa se manter em alta no futebol nacional. Um dos pontos levantados nas negociações se deve à permanência da equipe na elite dos clubes brasileiros.

Por isso, caso o Flamengo caia para a série B – o que seria o primeiro rebaixamento do time na história do Campeonato Brasileiro – e não conseguir retornar no ano seguinte, figurando dois anos fora da série A, a marca poderá rescindir o contrato com o clube.

Além disso, a empresa alemã também não deseja se envolver em escândalos dos jogadores nas competições. Desta forma, se algum atleta for pego no exame antidoping, o vínculo também poderá ser cessado.

O novo contrato entre Flamengo e Adidas foi feito retroativo para substituir o anterior, iniciando em abril de 2021 e se encerrando em 2025. Os lucros do clube serão mais significativos nesta renovação da parceria, com cerca de R$ 75 milhões esperados neste ano.

Relacionadas

- Advertisement -

Últimas Notícias