Paulo Sousa fala sobre a defesa do time do Flamengo

Paulo Sousa comanda o time do Flamengo contra o Palmeiras em jogo do Brasileirão (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

O Flamengo venceu mais uma pela Copa Libertadores e manteve a invencibilidade na competição. Dessa vez, a vitória veio em cima da Universidad Católica, por 3 a 2, em Santiago, no Chile. Contudo, o fato da equipe ter sofrido dois gols chamou a atenção de quem acompanhou a partida. Sendo assim, Paulo Sousa abordou a fragilidade defensiva da equipe em coletiva de imprensa após o triunfo.

“Para defendermos bem precisamos ter mais a posse de bola. Todos os momentos que tivemos momentos de transições, ou seja, defendemos bem e podemos contra-atacar, tivemos espaço e pudemos ter feito mais gols e ter desmotivado o nosso adversário. Dessa forma, teríamos um jogo mais tranquilo. Precisamos melhorar a ideia de sermos mais intensos na partida, além de termos uma maior clareza nos conceitos, em situações de criar triângulos, de coberturas e de arma nossas jogadas mais rápido de forma a potencializar o nosso um contra um”, analisou o treinador.

 

Além disso, o treinador português também falou sobre a grande partida do zagueiro Pablo, sobre a escolha de retirar João Gomes no início do segundo tempo e sobre o desgaste físico da equipe.

Pablo 

“A grande capacidade que o Pablo dar a equipe em duelos aéreos e defensivos é muito grande. Já em termos ofensivos, já trabalhamos com ele desde que tivemos o primeiro contado no Bordeaux, da França. Claro que são colegas completamente diferentes e um time completamente diferente. Contudo, é um jogador muito importante para nós e irá evoluir ainda mais no decorrer dos jogos”.

João Gomes 

“Dentro do nosso jogo é preciso ter muita intensidade física. Temos que lembrar que o João vem de partidas com grandes minutos dentro de campo. Logo, o atleta teve recentemente grande desgaste físico e chegou a se queixar de dores musculares. Sendo assim, optamos por substituir o atleta logo no início do segundo tempo, por entendermos que precisávamos de mais frescura e intensidade”.

Desgaste físico

“O Everton Ribeiro vem sentindo fortes dores musculares na panturrilha e por isso saiu mais cedo. Por outro lado, o Arrascaeta teve uma leve contusão no musculo recentemente, ou seja, vem passando por dificuldade. A equipe precisa dele, mas precisamos seguir usando o atleta com cuidado”.

Partida contra a Universidad Católica 

“Hoje sofremos um pouco, faltou ter um pouco mais de intensidade, sobretudo em termos individuais e coletivos. Contudo, precisamos entender o contexto do número de jogos em sequência e de termos enfrentado um grande adversário fora de casa. A conquista de hoje foi grande, enfrentamos um adversário que não é fácil e tenho certeza que a vitória dará progresso no nosso avanço como equipe”.

Retirado de: Diário do Fla

Deixe sua opinião!

Para facilitar a sua interação com os demais leitores, o GaveaNews.com implementou um novo sistema de comentários. Conheça todas as novidades.

  • Os comentários são revisados de forma imediata! Ou seja, assim que você publicar todos vão poder ler a sua opinião.
  • Facilidade para comentar! Você poderá comentar usando seu e-mail, perfil no Facebook, ou perfil no Twitter. O que for mais prático para você.
  • Avalie e responda os outros comentários! Logo abaixo de um comentário existe a possibilidade de você dar um voto positivo, ou negativo. Você também pode postar uma resposta.
  • Relacionadas

    - Advertisement -

    Últimas Notícias