Paulo Sousa dá sua opinião sobre o departamento médico do Flamengo

Matheus França sofre lesão em partida contra o São Paulo e é operado (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Atualmente com sete jogadores com problemas físicos confirmadas e mais um precisando ser avaliado, o elenco do Flamengo segue com dificuldades para formar escalações e com o departamento médico cheio.

Este inclusive, é o motivo de muitas reclamações da torcida para com os dirigentes do clube. Sabendo da pressão e da falta de soluções para o departamento médico, Paulo Sousa falou sobre as baixas e a busca por melhorias neste quesito.

— Já disse publicamente que temos uma relação muito boa com o DM, muita confiança. Procuramos interagir todos os dias, para equilibrar e ter os jogadores disponíveis. Não tendo (os jogadores), temos mais dificuldades de estabilidade do processo, isso é óbvio – disse o treinador do Flamengo, antes de completar:

— Ter jogadores só em recuperação torna-se um agravante. Mas vamos melhorar esse detalhe importante. Como a maioria das lesões foram musculares, estamos tentando perceber como podemos minimizar e recuperar mais rápido para ter todos os jogadores.

Das sete baixas, cinco se devem a questões musculares. No setor defensivo, Santos, Gustavo Henrique e Matheuzinho estão de fora das atividades coletivas por este motivo. Além deles, os atacantes Vitinho e Pedro também tratam de casos relacionados ao mesmo problema. Vale destacar que o camisa 21 não teve lesão confirmada, mas foi poupado para o clássico contra o Botafogo mesmo assim.

Procurando formas de diminuir os desfalques na sequência, o Flamengo se prepara para enfrentar o Altos nesta quarta-feira (11). A partida ocorrerá às 19h30 (horário de Brasília), no Raulino de Oliveira.

Relacionadas

- Advertisement -

Últimas Notícias