Jornalista afirma que Gabigol não tem mais espaço na seleção brasileira

Gabigol comemora gol marcado pelo Flamengo contra o São Paulo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Até o momento, a temporada do Flamengo não tem sido lá o que o público esperava. Além do desempenho do grupo em geral, o rendimento de alguns jogadores também tem sido questionados.

Um dos nomes debatidos é Gabigol. Dado o começo de ano não tão proveitoso do elenco, o camisa 9 foi preterido e não foi convocado por Tite para os compromissos de junho da seleção brasileira.

A relevância de Gabi na Canarinho foi debatida no programa “Seleção SporTV”. Analisando o momento do jogador rubro-negro, André Rizek contou que hoje não vê mais espaço para o atleta na seleção.

— Existia um clamor para a presença do Gabigol na Seleção Brasileira, e eu fazia parte dele. Ou seja, achava que era obrigatório para o Tite testar o camisa 9 do Flamengo na equipe. Contudo, hoje, não vejo mais espaço para ele.

Em seguida, o Maestro Júnior, ídolo rubro-negro, fez um comparativo entre Gabigol e Arrascaeta, convocado frequentemente pela seleção uruguaia. Pensando no desempenho da dupla no Mengão, o ex-jogador afirmou que o camisa 14 tem melhor rendimento individual e maior capacidade de desequilibrar o jogo.

— Quando o coletivo está funcionando o Gabigol funciona melhor ainda. Contudo, quando isso não acontece, o retorno dele em campo acaba sendo prejudicado. Até porque, ele acaba não tendo tantas oportunidades. Mas isso não acontece com o Arrascaeta, que pra ele se o coletivo tiver bem, irá se destacar, mas caso ao contrário, ele continua se destacando. Isso porque, o uruguaio não depende do jogo coletivo.

Relacionadas

- Advertisement -

Últimas Notícias